QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA?

QUAL É O EFEITO DO CANTO NA DOR CRÔNICA E DEPRESSÃO?



É plausível que o ato de cantar influencie a dor uma vez que é conhecido o seu poder de aumentar o relaxamento corporal e reduzir os níveis de estresse. Quando comparado com a escuta passiva de uma música, o canto pode influenciar o processamento da dor através da distração, ativar a função de alívio da dor do próprio corpo através de endorfinas, e elevar o humor positivo.


Cantar ativa o aparato vocal, o sistema respiratório, e estimula vias auditivas e sensitivo-motoras no cérebro. A respiração diafragmática no canto influencia funções fisiológicas importantes como as do sistema cardiovascular e do sistema nervoso autônomo.


Um trabalho recentemente publicado na revista European Journal of Pain sintetizou as evidências atuais dos efeitos do canto sobre a dor persistente em pessoas com problemas de saúde crônicos como artrite, doenças cardiovasculares, cânceres, doenças respiratórias crônicas, diabetes, fibromialgia e demência. Foram excluídos estudos com adolescentes, crianças, cantores profissionais, e nos quais a intervenção foi curta ou mediada por um profissional sem qualificação adequada. As evidências disponíveis são limitadas e de qualidade variada.


As intervenções de canto aparentemente reduzem a intensidade da dor em pessoas com problemas de saúde crônicos. E podem ser uma abordagem segura e eficaz na redução da dor e da depressão persistentes nessas pessoas. Acredita-se que pelo menos 6 meses de atividade seja mais provavelmente eficaz na redução da dor. Dados qualitativos apontaram que há também impactos positivos do canto nos aspectos físicos, psicológicos e sociais da vida.


Necessita-se de mais estudos de boa qualidade para investigar se a intervenção com o canto tem maior efeito que outras intervenções não farmacológicas na experiência de dor.


Referência:

Irons JY, Sheffield D, Ballington F, Stewart DE. A systematic review on the effects of group singing on persistent pain in people with long-term health conditions. Eur J Pain. 2020;24(1):71‐90.


#batepaponeurocirurgico #educacaoemdor #painmedicine #painphysician #interventionalpainsolutions #interventionalpainmedicine #interventionalpainpractice #neurocirurgia #neurosurgery #neurochirurgie #cantar #canto #singing #breathing #dorcronica #dornascostas #relax #voceativonocontroledador #feiradesantana #feira #fsa

67 visualizações

Grupo Baiano de Oncologia

Rua Castro Alves 1490  

Feira de Santana, BA

75 3025-9900

Entre em contato:

© 2020 by Israel Marques Neurocirurgia. CRM BA 24923. RQE 17624.